Mensagem do Presidente

Lucia dos Passos

Durante o segundo decénio da mulher, após a Conferência Mundial de Nairobi, em que é realçada a importância da participação activa da mulher no processo de desenvolvimento e reafirmada as recomendações de Copenhaga sobre a igualdade, é criada, em Cabo Verde, por um grupo de mulheres e homens, em 1991 e registada como pessoa jurídica em 28 de Março de 1992, a “MORABI”, Associação de Apoio à Auto-promoção da Mulher no Desenvolvimento, constituída por cerca de 220 membros sem distinção de sexo e aberta a todas as pessoas que aceitam os estatutos da organização.

 

A contribuição da MORABI no processo de desenvolvimento e transformação de Cabo Verde é inquestionavel e irriversivel, com ganhos e impacto a nivel da redução da taxa de pobreza e do desemprego- a MORABI contribui desta forma para o processo da inclusão social, atraves do acesso aos serviços de micro finanças e formação profissional e empresarial.

Nesta prespectiva a Morabi contribui igualmente para a promoção da Saude Sexual e Reprodutiva, com enfase na prevenção através da realização de sessões de IEC sobre IST’s e VHI/Sida, Planeamento Familiar, resultando diminuição da taxa de natalidade.

O empoderamento das mulheres em empecial das mulheres cabo- verdianas tem sido o centro da atenção da MORABI nesses ultimos 20 anos e ela acontece de forma transversal com o aumento da auto estima, através do acesso a informação e formação, acesso aos cuidados de saude, acesso aos serviços de micro finanças e o exercicio Direitos Humanos da Cidadania e

Falta concluir ainda…..

Tendo sempre presente a melhoria das condições de vida das mulheres e famílias caboverdianas, a MORABI investiu na construção de Jardins infantis, Unidades Sanitárias de Base, Chafarizes e Melhoria das Habitações.

No quadro do Programa de Saúde Sexual e Reprodutiva o enfoque foi para o Planeamento Familiar, através de um Posto Movél, financiado pela IPPF.

A titulo exemplificativo , apresentamos alguns resultados obtidos ao longo dos ultimos 20 anos:

  • - 18.815 Créditos concedidos num montante total de 1.172.233.300 ECV;
  • - Construção de raiz de um Centro de Formação Profissional e Empresarial, totalmente equipado;
  • - Aquisição de Escritórios para Delegação da MORABI em Ribeira Grande
  • – S. Antão e S. Catarina
  • – Santiago;
  • - 158 Cursos de Formação de Capacitação realizados;
  • - 4.510 formandos;
  • - 22 Municípios abrangidos;
  • - 40 Manuais elaborados;
  • - 550 Guias elaborados sobre temas distintos como: Criação e Gestão de pequenos Negócios, várias áreas de Gestão, Manual de Boas Práticas de Higiene, Direitos Humanos e Cidadania, Aconselhamento em HIV/SIDA, etc.
  • - 1.052 acções de IEC sobre HIV/SIDA;
  • - 16.857 pessoas sensibilizadas sobre HIV/SIDA;
  • - 80 órfãos e Crianças Vulneráveis apoiados com leite, fraldas e material escolar;
  • - 2.434 cestas básicas distribuídas a pessoas vulneráveis;
  • - 592.850 preservativos distribuídos.

A MORABI é uma das ONG mais bem sucedidas de Cabo Verde.

O nosso cartão-de-visita é o trabalho que vimos fazendo ao longo desses vinte anos de luta, de esforço, de decepções, de obstáculos, mas também de sucessos, de recompensa moral pelo dever cumprido, de alegria por partilhar a felicidade daquelas que beneficiaram do nosso apoio e souberam afirmar-se na vida, da satisfação dos nossos parceiros/financiadores que conseguem ver o impacto positivo do investimento dos seus financiamentos, como vão puder constatar no documentário que vai ser apresentado.

Estes 20 anos de luta valeram a pena! Foram anos de aprendizagem E que aprendizagem!

Aprendemos a avaliar o espírito de luta das mulheres mais pobres da nossa terra! Essa vontade de subir na vida “a pulso”, por esforço próprio! A coragem de afirmar a sua dignidade humana face à adversidade, à incompreensão e à desigualdade! Aprendemos isso tudo e muito mais.

E queremos continuar a colocar a nossa experiência ao serviço da promoção da mulher, corrigir os nossos erros e fraquezas e construir sobre as nossas forças, para tornar a MORABI numa organização cada vez mais efectiva e mais capaz de responder às expectativas e aos anseios das mulheres e dos homens mais pobres da nossa terra, numa perspectiva de género.

Nesses vinte anos de trabalho em prol da Auto-promoção da Mulher, da Igualdade e Equidade de Género, aprendemos outra coisa: é preciso Mudar! Mudar sempre.

Nenhuma organização que se preze pode ignorar as mudanças que ocorrem no meio envolvente em que trabalha. O mundo está a mudar de forma incessante. Cabo Verde também. Todos os dias a vida é diferente, e as organizações que queiram ser bem sucedidas e cumprir o seu papel, têm que se adaptar, não podem dormir sobre os sucessos de ontem.

A MORABI mudou muito nos últimos anos. Mas tem que mudar muito mais ainda. Atrevo-me a dizer, que ela tem que mudar em permanência, acompanhando o ritmo da vida, adaptando a sua estrutura e a sua forma de actuar junto da população alvo, à medida que esta ganha novos contornos e se transforma.

Considero que este é o nosso principal desafio: Como continuar a apoiar a Auto-promoção da mulher cabo-verdiana, num contexto em constante transformação, em que as necessidades evoluem, novos problemas surgem no horizonte, e os instrumentos de trabalho tradicionais já não são suficientes!

Parafraseando o Presidente Kennedy – Já é altura de cada membro da Morabi perguntar a si próprio o que pode dar ainda mais para esta organização, em vez de ficar à espera.

 

Este site foi financiado pela Cooperação Espanhola, no quadro da execução do Projecto "Capacitação e Melhoria Das Condições de Vendas das Vendedeiras dos Mercados de Santiago", que conta com a participação da ODAM - ONG Espanhola e MORABI.